Capacidade instalada das indústrias pernambucanas crescem 2 pontos e chegam a 70% em outubro

Capacidade instalada das indústrias pernambucanas crescem 2 pontos e chegam a 70% em outubro

A indústria pernambucana ratifica o bom momento e vê a capacidade instalada em contínuo processo de recuperação com a alta de 2 pontos percentuais em outubro na comparação com o mês de setembro, alcançando os 70% na Utilização da Capacidade Instalada (UCI). O resultado é ainda 2 pontos acima de outubro/21, e 17 pontos acima do mês de junho, quando obteve o menor patamar de 2022 com 53% na UCI. Dessa forma, a curva de Pernambuco voltou a se aproximar da brasileira, que registrou em outubro 71%, a segunda queda consecutiva em nível nacional. 

Os números da UCI devem ser confirmados pelo índice de atividade econômica divulgado pelo Banco Central e pela produção industrial pernambucana captada pelo índice da Produção Física Industrial (PIM-PF sem ajuste sazonal) de outubro. Em setembro, ambos tiveram movimentos de alta, o primeiro com uma variação positiva de 0,49% entre agosto e setembro de 2022, subindo de 153,91 para 154,67. E o segundo cresceu 14,6% em setembro com relação a agosto, saindo de 88,4 para 101,3.

Já a pesquisa do otimismo do empresário em Pernambuco referente ao mês de novembro registrou 58,2 pontos, e 51,7 pontos para o nível nacional. Ou seja, é um otimismo mais moderado no caso do Brasil, acima da linha de 50, mas que indica um estado de confiança de acordo com o Índice de Confiança do Empresário da Indústria (quando o resultado está abaixo de 50 é sinal de falta de confiança do empresário industrial).

.

Related posts