Copom derruba Selic em 0,5 ponto e setor industrial brasileiro prevê ganhos com redução

Copom derruba Selic em 0,5 ponto e setor industrial brasileiro prevê ganhos com redução

Em encontro realizado nesta quarta-feira (02/08), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central finalmente cedeu às expectativas do mercado e anunciou uma redução de 0,50 ponto percentual na Taxa Selic. Com isso, a taxa caiu de 13,75% para 13,25% ao ano. Essa decisão deve impulsionar a economia do país e gerar perspectivas positivas para o setor industrial brasileiro.

O último corte na Selic havia sido em agosto de 2020, quando o Copom decidiu naquele momento reduzir de 2,25% para 2,00%, como medida de enfrentamento da pandemia. De acordo com o Boletim Focus, que traz medianas de expectativas de mercado, a projeção para dezembro de 2024 é de uma Selic de 12,00%, terminando 2023 com 9,25%, finalizando o ano de 2025 com 8,75% e, finalmente, encerrando 2026 na casa dos 8,50%.

Com a queda na Selic, as taxas de juros para financiamentos e empréstimos tendem a se tornar mais atrativas para o setor industrial, que poderá captar recursos a taxas mais baixas. Isso tende a estimular o investimento produtivo e o desenvolvimento de projetos de expansão, permitindo a modernização de maquinários, otimização de processos e, consequentemente, aumento da competitividade no mercado nacional e internacional.

.

Essa redução dos custos de financiamento possibilita ainda espaço para a aceleração de projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D), fomentando o crescimento da indústria brasileira em setores de alta tecnologia e valor agregado. Ao priorizar investimentos em P&D, a indústria poderá aumentar sua competitividade global e posicionar-se como um player de destaque em cenários econômicos dinâmicos.

Outro ponto relevante é a possibilidade de estímulo ao consumo interno. A taxa Selic mais baixa tende a refletir em redução das taxas de juros em linhas de crédito para pessoas físicas, como financiamentos de bens duráveis e imóveis. Com a população mais propensa a realizar compras parceladas, o setor industrial, em especial os segmentos voltados ao consumo, poderá se beneficiar com o aumento da demanda por produtos e serviços.

Related posts

Observatório da Indústria do SENAI de Pernambuco realizará pesquisa nacional sobre o mercado de baterias

Observatório da Indústria do SENAI de Pernambuco realizará pesquisa nacional sobre o mercado de baterias O Observatório da Indústria do SENAI de Pernambuco fará, no primeiro semestre de 2024, uma pesquisa nacional sobre o mercado de baterias. O objetivo...

Read More