Copom mantém patamar da Selic elevada e vai de encontro à necessidade de retomada de crescimento da economia

Copom mantém patamar da Selic elevada e vai de encontro à necessidade de retomada de crescimento da economia

Em último encontro realizado em 20 e 21 de junho, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu manter a taxa Selic em 13,75% e não sinalizou cortes para o segundo semestre. O comitê alegou que o ambiente externo se mantém adverso e necessita monitoramento, principalmente o estresse envolvendo bancos dos EUA e Europa. Além disso, o Copom afirmou se tratar de um momento que exige “cautela e parcimônia” e requer “paciência e serenidade”.

A decisão do comitê, contudo, vai de encontro à necessidade da economia brasileira de alavancar investimentos principalmente para o setor industrial, que sente fortemente o atual patamar elevado da taxa. O resultado do PIB do primeiro trimestre, que surpreendeu com crescimento de 1,9% com relação ao último trimestre de 2022, foi puxado pelo setor Agropecuário (21,6%), enquanto a Indústria teve ligeira queda de -0,1% de variação.  

.

O Boletim Focus (26/06/23), relatório que traz expectativas do mercado, projeta uma redução da Selic para 12,25% até o fim de 2023, caindo para 9,50% em 2024 e 2025, e chegando a 8,75% em 2026. O PIB esperado de 2023 aumentou quase 1,0 p.p.: era de 1,26% há quatro semanas e atingiu 2,14%, enquanto o IPCA esperado para o ano caiu de 5,71% para 5,12% no mesmo período. 

Related posts

Observatório da Indústria recebe visita da governadora de Pernambuco Raquel Lyra

Observatório da Indústria recebe visita da governadora de Pernambuco Raquel Lyra Nesta quinta-feira (13), o Observatório da Indústria do SENAI-PE recebeu Raquel Lyra e Priscilla Krause, a Governadora e a Vice-Governadora do Estado. A governadora foi recepcionada por, Camila...

Read More