Novo Caged: empregos formais com saldo positivo para Brasil e para Pernambuco em janeiro de 2023

Novo Caged: empregos formais com saldo positivo para Brasil e para Pernambuco em janeiro de 2023

Mais de 83 mil postos de trabalho no Brasil, e 325 em Pernambuco no saldo de contratações com carteira assinada em janeiro/23. O resultado brasileiro é fruto da diferença de 1.874.226 admissões e 1.790.929 desligamentos, deixando o estoque com 42.527.722 postos de trabalho.

Das oportunidades geradas no país, 66.849 foram consideradas típicas, enquanto 16.448 podem ser consideradas não típicas (aprendizes, intermitentes, temporários e com carga horária de até 30 horas). Com relação ao saldo da Indústria geral, o Brasil fechou janeiro com 34.023 de saldo, enquanto Pernambuco obteve o negativo de 825. Os dados são Ministério do Trabalho e Emprego, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).

.

As indústrias de Transformação brasileiras apresentaram saldo positivo de 33.738, sendo a fabricação de produtos alimentícios (5.398), a fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (3.760), e a fabricação de produtos de borracha e de material plástico (2.711), as três maiores atividades com relação ao saldo em janeiro. Os estoques respectivos foram de 1.781.497 para a primeira, de 483.221 para a segunda e de 442.184 para a última.

Já o saldo de contratações de janeiro em Pernambuco veio da subtração de 45.558 admissões por 45.233 desligamentos, com estoque em 1.375.669 postos para fevereiro. As indústrias de Transformação pernambucanas tiveram saldo negativo de 768 em janeiro, sendo as atividades de confecção de artigos do vestuário e acessórios (135), fabricação de outros equipamentos de transporte, exceto veículos automotores (127) e a fabricação de produtos têxteis (33), as três maiores com relação ao saldo. Os estoques para os respectivos setores foram de 18.237, 2.006 e de 6.321.        

.

Related posts

Relatório do Banco Mundial projeta crescimento de 1,7% para o PIB do Brasil em 2024

Relatório do Banco Mundial projeta crescimento de 1,7% para o PIB do Brasil em 2024 Em seu relatório semestral para a América Latina e Caribe, “Concorrência: o ingrediente que falta para crescer?”, que descreve o panorama atual da economia...

Read More