Produção de alimentos se destaca e indústria pernambucana conquista saldo positivo pela terceira vez consecutiva em 2023

Produção de alimentos se destaca e indústria pernambucana conquista saldo positivo pela terceira vez consecutiva em 2023

Com saldo de 6.884 em agosto/23, a indústria em Pernambuco ampliou o total de empregos formais para 230.704 pessoas, um crescimento de 3,08% com relação a julho/23. De forma geral, o total de empregos formais no estado – considerando os cinco grandes grupos – cresceu 1,12% na passagem de julho para agosto, com saldo de 15.566 e fechando o período com estoque de 1,4 milhão.

Fazendo o recorte para a indústria, o principal vetor dessa alta foram as indústrias de transformação, responsáveis por 89,7% dos vínculos no grupo. O maior destaque foi a fabricação de produtos alimentícios, que teve saldo de 6.598 e viu o estoque crescer 10,26% de julho para agosto, alcançando 70.914. O resultado da produção de alimentos em agosto foi fruto de 8.329 admissões por 1.731 desligamentos.

.

Já em uma análise para os demais grandes grupos, observa-se que todos tiveram variação positiva na relação de julho com agosto. A agropecuária obteve a maior variação no estoque, 5,44% de alta, batendo o total de 55.341. Já a construção expandiu 1,09% (com estoque de 73.059), os serviços cresceram 0,49% (estoque de 730.567) e, por fim, o comércio, conquistou alta de 0,48% e estoque de 310.716.  

.

Caso os dados do Banco Central referentes à atividade econômica de agosto no estado permaneçam positivos – ponderados com os dados da produção física, da capacidade instalada e de outros indicadores -, a conclusão é de que a economia no estado passa por um momento de expansão. Isso ratificaria a perspectiva de crescimento próximo de 3,7% do Produto Interno Bruto no ano para Pernambuco, acima inclusive dos 3,0% esperados para Brasil, e dos 3,5% para o Nordeste.

Related posts

Indicadores industriais em Pernambuco: utilização de capacidade instalada e confiança empresarial em alta

Indicadores industriais em Pernambuco: utilização de capacidade instalada e confiança empresarial em alta A utilização de capacidade instalada da indústria Pernambucana subiu 8 pontos percentuais e agora está em 67%, muito próxima média brasileira de 70% no mês de...

Read More