Reunião do Copom, o que esperar?

Reunião do Copom, o que esperar?

O Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne nesta terça-feira, (7) para definir os rumos da política monetária, o resultado será divulgado na quarta-feira (8). Segundo o último Boletim Focus divulgado pelo Banco Central, a mediana das expectativas dos analistas consultados é de que a Selic termine o ano em 9,63%.

Entre os analistas há dúvida se o corte será de 0,5% ou 0,25%. Caso haja um corte de 0,25%, o ritmo de cortes na Selic diminuirá e a taxa cairá para 10,5%. Caso a intensidade dos cortes seja mantida, a Selic cairá para 10,25%. Um dos motivos para uma possível postura mais conservadora tem a ver com a situação das contas públicas, em que é previsto um superávit apenas em 2026. Outro motivo, segundo o presidente do Banco Central, é o aquecimento do mercado de trabalho, que é um cenário positivo para o consumo, mas que pode gerar uma pressão inflacionária.

Além disso, o FED, Banco Central Americano, manteve a taxa de juros nos Estados Unidos inalterada, o que gera efeitos também em países em desenvolvimento como o Brasil. Caso a taxa de juros americana se torne mais atrativa, há valorização do dólar, o que pode elevar a inflação no Brasil.

Ainda segundo o Boletim Focus, a expectativa para o IPCA em 2024 é de 3,72%. A meta de inflação atual é de 3,5%, com tolerância de 1,5%. Com isso, a projeção de inflação para 2024 encontra-se dentro da meta.

.

Taxa Selic Efetiva e expectativa (%a.a.)

Fonte: Banco Central do Brasil

Related posts

Indicadores industriais em Pernambuco: utilização de capacidade instalada e confiança empresarial em alta

Indicadores industriais em Pernambuco: utilização de capacidade instalada e confiança empresarial em alta A utilização de capacidade instalada da indústria Pernambucana subiu 8 pontos percentuais e agora está em 67%, muito próxima média brasileira de 70% no mês de...

Read More